Datas especiais

118_dataesp

Dia Internacional do Livro Infantil

Data: 2 de abril


O nome Hans Christian Andersen parece familiar? E os títulos O patinho feio, O soldadinho de chumbo e A pequena sereia? Este escritor dinamarquês, nascido no ano de 1805, foi o primeiro a criar histórias para o universo infantil em tom lúdico; suas obras tornaram-se clássicas.

Embora o francês Perrault e os irmãos alemães Grimm tivessem publicado antes livros como Chapeuzinho Vermelho e Branca Neve e os Sete Anões, respectivamente, tais narrativas eram transcrições da tradição oral e já pertenciam ao domínio popular.

Andersen, porém, buscou elementos em sua infância pobre e na visão crítica da sociedade para criar mundos encantados, confrontos entre fortes e fracos e personagens que causavam incômodo por serem diferentes, mas, no final, alcançavam a felicidade.

Entre 1835 e 1842, o autor lançou seis volumes de contos para crianças. E continuou escrevendo contos infantis até 1872, chegando à marca de 156 histórias. No fim daquele ano, ficou muito doente e permaneceu com a saúde abalada até 4 de agosto de 1875, quando faleceu.

Em razão desse pioneirismo, o mais importante prêmio internacional do gênero leva seu nome. Anualmente, a International Board on Books for Young People (IBBY) oferece a Medalha Hans Christian Andersen para os maiores nomes da literatura infantojuvenil.

O Dia Internacional do Livro Infantil é celebrado, desde 1967, no aniversário de Andersen, a fim de inspirar o amor pela leitura e valorizar as obras escritas para crianças.